Gota: o que é, sintomas, tratamento e prevenção

Neste artigo vamos explicar o que é a gota, as suas causas, sintomas, tratamentos e modos de prevenção, assim como o que pode fazer em casa para aliviar a dor.

O que é a gota no pé?

A gota no pé é uma forma comum e complexa de artrite que pode afetar qualquer pessoa. É caracterizada por ataques súbitos e intensos de dor, inchaço, vermelhidão e sensibilidade nas articulações, geralmente na base do dedão do pé.

Um ataque de gota pode ocorrer repentinamente, geralmente acorda-se no meio da noite com a sensação de que o seu dedão está a pegar fogo. A articulação afetada fica quente, inchada e tão sensível que até mesmo o peso do lençol pode parecer insuportável.

O que causa a gota?

A gota ocorre quando cristais de urato se acumulam na articulação, causando a inflamação e a dor intensa. Cristais de urato podem-se formar quando você tem níveis elevados de ácido úrico no sangue.

O seu corpo produz ácido úrico quando decompõe purinas – substâncias que são encontradas naturalmente no seu corpo, e que também são encontradas em certos alimentos, como bife, carnes orgânicas e frutos do mar.

Existem outros alimentos que também promovem níveis mais elevados de ácido úrico, como bebidas alcoólicas, principalmente cerveja, e bebidas adoçadas com açúcar de frutas (frutose).

Normalmente, o ácido úrico dissolve-se no sangue e passa pelos rins para a urina. Mas por vezes seu corpo produz muito ácido úrico ou os seus rins excretam pouco ácido úrico. Quando isso acontece, o ácido úrico acumula-se, formando cristais de urato pontiagudos em forma de agulha numa articulação ou tecido circundante que causam dor, inflamação e inchaço.

formação de gota

Quais são os sintomas da gota?

Os sinais e sintomas da gota quase sempre ocorrem de repente, e frequentemente à noite. Eles incluem:

  • Dor intensa nas articulações. A gota geralmente afeta a grande articulação do dedão do pé, mas pode ocorrer em qualquer articulação. Outras articulações comumente afetadas incluem tornozelos, joelhos, cotovelos, punhos e dedos. É provável que a dor seja mais intensa nas primeiras quatro a 12 horas após o início.
  • Desconforto persistente. Depois da dor mais intensa passar, passas a ter algum desconforto nas articulações pode durar de alguns dias ou até algumas semanas. Os ataques posteriores tendem a durar mais e afetar mais articulações.
  • Inflamação e vermelhidão. A articulação ou articulações afetadas ficam inchadas, sensíveis, quentes e vermelhas.
  • Amplitude de movimento limitada. Conforme a gota progride, você pode não conseguir mover as articulações normalmente.

Fatores de risco

É mais provável que você desenvolva gota se tiver níveis elevados de ácido úrico no corpo. Os fatores que aumentam o nível de ácido úrico no seu corpo incluem:

  • Dieta. Fazer uma dieta rica em carne e frutos do mar e beber bebidas adoçadas com açúcar de frutas (frutose) aumenta os níveis de ácido úrico, aumentando o risco de gota. O consumo de álcool, especialmente de cerveja, também tem o mesmo efeito.
  • Obesidade. Se você está com peso a mais, o seu corpo produz mais ácido úrico e seus rins têm mais dificuldade para eliminá-lo.
  • Condições médicas. Certas doenças e condições aumentam o risco de gota. Estas incluem hipertensão arterial não tratada e condições crônicas como diabetes, síndrome metabólica e doenças cardíacas e renais.
  • Certos medicamentos. O uso de diuréticos tiazídicos – comumente usados ​​para tratar hipertensão – e aspirina em baixas doses também pode aumentar os níveis de ácido úrico. O mesmo pode acontecer com o uso de medicamentos anti-rejeição prescritos para pessoas que se submeteram a um transplante de órgãos.
  • História familiar de gota. Se outros membros de sua família já tiveram gota, é mais provável que você desenvolva a doença.
  • Idade e sexo. A gota ocorre com mais frequência em homens, principalmente porque as mulheres tendem a ter níveis mais baixos de ácido úrico. Após a menopausa, no entanto, os níveis de ácido úrico das mulheres aproximam-se da dos homens. Os homens têm maior probabilidade de desenvolver gota mais cedo – geralmente entre 30 e 50 anos – enquanto as mulheres geralmente desenvolvem sinais e sintomas após a menopausa.
  • Cirurgia ou trauma recente. Passar por uma cirurgia ou trauma recente foi associado a um risco maior de desenvolver um ataque de gota.

Complicações

Pessoas com gota podem desenvolver doenças mais graves, como:

  • Gota recorrente. Algumas pessoas podem nunca ter sinais e sintomas de gota. Outros podem ter várias vezes ao ano. Os medicamentos podem ajudar a prevenir ataques em pessoas com gota recorrente. Se não for tratada, a gota pode causar erosão e destruição de uma articulação.
  • Gota avançada. A gota não tratada pode causar a formação de depósitos de cristais de urato sob a pele em nódulos chamados tofos (TOE-fie). Os tofos podem se desenvolver em várias áreas, como dedos, mãos, pés, cotovelos ou tendões de Aquiles ao longo da parte de trás dos tornozelos. Os tofos geralmente não são doridos, mas podem ficar inchados e sensíveis durante os ataques de gota.
  • Pedras nos rins. Cristais de urato podem acumular-se no trato urinário de pessoas com gota, causando cálculos renais. Os medicamentos ajudam a reduzir o risco de pedras nos rins.

Prevenção para evitar que a gota volte

Durante os períodos sem sintomas, estas diretrizes dietéticas podem ajudar a proteger contra ataques futuros:

  • Beber grande quantidade de líquidos. Fique bem hidratado, incluindo bastante água. Limite o número de bebidas adoçadas que você bebe, especialmente aquelas adoçadas com xarope de milho rico em frutose.
  • Limite ou evite o álcool. Converse com seu médico sobre a quantidade ou tipo de álcool que é seguro para si. Evidências recentes sugerem que a cerveja pode aumentar o risco de sintomas de gota, especialmente em homens.
  • Obtenha sua proteína de produtos lácteos com baixo teor de gordura. Os laticínios com baixo teor de gordura podem ter um efeito protetor contra a gota, portanto, essas são as suas melhores fontes de proteína.
  • Limite a ingestão de carne, peixe e aves. Uma pequena quantidade pode ser tolerável, mas preste muita atenção aos tipos e à quantidade para não ter problemas.
  • Mantenha um peso corporal desejável. Escolha porções que permitam manter um peso saudável. A perda de peso pode diminuir os níveis de ácido úrico no seu corpo. Evite o jejum ou a perda rápida de peso, pois isso pode aumentar temporariamente os níveis de ácido úrico.

Tratamento para aliviar a dor

Os ataques podem durar até 10 dias ou mais e geralmente diminuem por conta própria depois de uma ou duas semanas, mas os medicamentos irão acelerar a cura e prevenir crises futuras.

tratamento da gota

Os tratamentos médicos padrão para um ataque de gota incluem:

  • Medicamentos anti-inflamatórios como o ibuprofeno
  • Colchicina, que reduz o acúmulo de ácido úrico
  • Esteroides, como a prednisona

Em casa, pode optar por alguns remédios caseiros eficazes que pode usar como ajudante de medicamentos. Esses incluem:

  • Descanse articulação e levante os pés o mais possível
  • Mantenha o local frio – aplique uma bolsa de gelo ou um saco de ervilhas congeladas enrolado numa toalha até 20 minutos de cada vez
  • Tente manter a roupa de cama afastada da articulação afetada durante a noite
  • Beba muita água (a menos que receba indicações médicas em contrário)
  • Beba sumo de cereja

O sumo de cereja é rico em vitamina C, o que faz com que o ácido úrico saia com a urina, mas o efeito é moderado em comparação com alguns dos medicamentos disponíveis para ataques de gota. O sumo de cereja também pode aumentar o risco de pedras nos rins; eles não devem ser usados ​​em qualquer pessoa predisposta a esse risco.

A longo prazo, pode também consider uma dieta pobre em purinas, especialmente evitando álcool, marisco e carne vermelha.

É no entanto importante não confiar apenas em remédios caseiros para aliviar rapidamente a dor, porque quanto mais espera, mais tempo levará a melhorar.

Quando deve ver um médico

Se sentir dor súbita e intensa numa articulação, ligue ao seu médico. A gota sem tratamento pode piorar a dor e causar danos nas articulações.

Procure atendimento médico imediatamente se tiver febre e uma articulação estiver quente e inflamada, o que pode ser um sinal de infeção.

243d688c67fdb7236b49aa0327229cae?s=96&d=wavatar&r=g
Emilia
Olá! O meu nome é Emilia. Sou a fundadora do Guia da Saúde e a pessoa responsável por colocar no website os artigos de informação criados pela nossa fantástica equipa de médicos, nutricionistas, fisioterapeutas e personal trainers. Em conjunto, temos largos anos de experiência que pomos em prática para lhe disponibilizar as melhoras dicas possíveis nos mais diversos tópicos de saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Segue-nos nas redes sociais:

4,045FãsCurtir
46SeguidoresSeguir